Cruz das Almas: prefeitura realiza atividades alusivos ao Julho das Pretas

Para dar visibilidade ao Julho das Pretas e ao Dia Internacional da Mulher Afro-Latino Americana e Afro-Caribenha, comemorado no dia 25 de julho, a Prefeitura de Cruz das Almas preparou uma programação que inclui cursos e uma palestra. As ações têm o objetivo de fomentar os debates sobre a identidade da mulher negra baiana e cruzalmense“, é o que diz o comunicado da Assessoria de Comunicação do prefeitura.

Comemorado desde o início do século XXI, o Dia da Mulher Negra tem sido um marco de luta por justiça e igualdade para muitas dessas guerreiras. Aqui no Brasil, a data é celebrada desde 2014, instituída pela Lei 12.987, inspirada no Dia Internacional da Mulher da Afro-latino-americana, Afro-caribenha e da Diáspora, criado em julho de 1992, após o 1º Encontro de Mulheres Negras Latino-americanas e Caribenhas, em Santo Domingo, na República Dominicana.

De acordo com a assessoria, algumas mulheres cruzalmenses, “vítimas de violência e que recebem assistência no Centro de Referência de Atendimento à Mulher – Maria Joaquina (CRAM), vão participar de cursos na sede da instituição, localizada na Rua Rui Barbosa”.

.

A programação

.

Ainda segundo a nota oficial, a programação começou hoje (21), com uma oficina de artesanato e continua nesta quinta (22) com um curso de culinária. Já na sexta (23), a Secretaria de Políticas Especiais realizará uma palestra com o tema ‘Feminicídio – a visibilidade da mulher negra e a luta para romper o silêncio contra o feminicídio’.

O evento acontecerá na Biblioteca Municipal Carmelito Barbosa Alves, às 15h, com a participação da licenciada em história e professora da FAMAM, Silvia Karla.

Essa programação é a afirmação do empoderamento contra o preconceito que existe. O Julho das Pretas é para dar voz e empoderar as mulheres negras, para que elas se vejam capazes”, ressalta a secretária de Políticas Especiais, Fernanda Fonseca.

Deixe Seu Comentário (digite abaixo)

%d blogueiros gostam disto: