Whatsapp: golpe das passagens aéreas

Hoje pela manhã, recebi no Whatsapp, uma dessas mensagens que, muitos curiosos e aqueles que gostam de levar vantagem em tudo, adoram. ‘Pessoal, a GOL está dando passagens grátis…’

Abaixo da tal mensagem, vem a indicação de um link falso, parecido com o da companhia. É só clicar e cair no GOLPE.

Isso já é uma prática conhecidíssima na internet. Porém, ainda tem muita gente caindo nessa armadilha. Segundo o Portal Olhar Digital, até ontem, cerca de 30 mil pessoas haviam sido vítimas dessa fraude.

Veja aí o Print da minha tela…

 

Matéria do Olhar Digital

 

Confira a íntegra da matéria de: LUCAS CARVALHO 10/07/2018 17H40 SEGURANÇAWHATSAPP

Mais um dia, mais um golpe circulando pelo WhatsApp. A empresa de segurança eletrônica PSafe revelou nesta semana que mais de 30 mil pessoas foram vítimas de um esquema de phishing que voltou a circular prometendo passagens aéreas de graça.

O golpe, em si, não chega a ser novidade. O Laboratório de Pesquisa da ESET denunciou o mesmo esquema em novembro do ano passado. Na época, ele também fez muitas vítimas pelo Facebook. Desta vez, os ataques estão concentrados no WhatsApp.

Tudo começa quando o usuário recebe uma mensagem indicando que a companhia aérea Gol está “dando passagens grátis”, seguida de um link. Ao tocar nele, o usuário é redirecionado para uma página falsa que usa o logo da Gol para parecer legítima.

A vítima é induzida a responder questões de uma suposta pesquisa de satisfação, como “Você já viajou esse ano?” e “Você está satisfeito com os serviços da Gol?”. Ao final do questionário, o usuário é incentivado a compartilhar o golpe com mais 30 contatos.

Reprodução

Naturalmente, a promoção de duas passagens aéreas gratuitas não existe. Em alguns casos, o golpe termina quando o usuário é levado a instalar extensões ou aplicativos maliciosos no PC ou no celular, que podem roubar informações sigilosas.

A recomendação é a de que você sempre desconfie de promoções generosas demais que chegam pelo WhatsApp, mesmo que venham de contatos confiáveis. O aplicativo vem testando um recurso que promete alertar quando um link é suspeito, mas ele não substitui a atenção do usuário.

 

 

Deixe Seu Comentário (digite abaixo)

%d blogueiros gostam disto: